Aprimoramento de rota

Quais são os tipos de roteirização logística?

A cadeia de distribuição tem sido cada vez mais importante na estratégia de um negócio. No entanto, a área frequentemente traz novos desafios para uma empresa. Manter a eficiência dependendo de diversos fatores externos torna o processo ainda mais difícil. Contudo, quando se conta com a tecnologia, os resultados podem ser satisfatórios. Você conhece os processos e sabe diferenciar os tipos de roteirização?

Se ainda não sabe, fique tranquilo. Neste artigo, vamos te explicar tudo sobre o processo e os tipos de roteirização que existem. Confira a seguir.

O que é roteirização logística?

A roteirização logística consiste em planejar a rota da frota de maneira eficiente. Isso significa definir a melhor sequência de paradas possível e reduzir a distância a ser percorrida.

Além disso, a estratégia ajuda a reduzir o tempo de deslocamento e os custos da operação. Saiba que tal medida impacta em diversos setores de uma organização. Existem no mercado sistemas de roteirização capazes de mostrar o melhor caminho e de rastrear os veículos. Eles asseguram que as rotas estejam sendo cumpridas corretamente.

Quais são os tipos de roteirização logística?

Para resumir, podemos dizer que a roteirização é uma forma de melhorar os processos de coleta e de entrega de mercadorias. Mas a metodologia pode ser dividida em dois tipos de roteirização.

Roteirização de veículos e de cargas

Esse é um dos tipos de roteirização mais utilizados pelas empresas de logística. Aliás, trata-se do transporte de cargas por meios marítimos, aéreos, ferroviários, rodoviários, entre outros. No entanto, cada um possui suas particularidades, como estruturas, prioridades, entre outros. 

Atualmente, com a ajuda da tecnologia e a coleta de dados inteligente, é possível planejar roteiros completos com muito mais eficiência. Além disso, as ferramentas permitem escalabilidade de acordo com a necessidade de cada empresa.

Por exemplo, uma empresa pode investir em APIs do Google Maps para planejar a entrega de 100 mercadorias por dia. Com as informações e a otimização, faz uma reestruturação que permite chegar a mil entregas no mesmo período. E, o que é melhor, manter a mesma qualidade de serviço. 

Com a grande demanda de deliveries e de entregas rápidas, as empresas conseguem se beneficiar muito desse tipo de roteirização. Com a pandemia, elas passaram a utilizar a ferramenta para planejar as entregas de refeições, bebidas, compras, entre outros. 

Para fazer o planejamento desse tipo de roteirização, devem ser considerados alguns fatores, como:

  • trânsito;
  • distância;
  • pedágios;
  • caminho mais curto ou adequado;
  • restrições de altura do veículo ou para circulação de caminhões de carga;
  • condições do asfalto;
  • riscos e segurança;
  • métodos de transporte mais adequados;
  • tipo de carga;
  • prazos de entrega;
  • preferências e necessidades de cada cliente.

Roteirização de viagem

Esse é o tipo de roteirização que não está relacionado à logística. Na roteirização de viagem, o planejamento aborda outros critérios e fatores que objetivam otimizar o investimento aproveitando ao máximo o roteiro.

Para isso, é necessário verificar, por exemplo, que hotéis ficam próximos dos locais a serem visitados, ou qual transporte é indicado. Há também alguns elementos a serem considerados, como:

  • rotas com mais pontos turísticos;
  • percursos mais baratos;
  • trajetos mais seguros e conhecidos;
  • rotas mais confortáveis.

Essa roteirização é destinada a uma viagem a lazer ou a trabalho. Para fazer o planejamento, é necessário levantar algumas informações que visam a atender as preferências ou necessidades do indivíduo. 

Benefícios dos tipos de roteirização

Como aplicar os tipos de roteirização logística de forma correta? É fundamental fazer a coleta, o tratamento e o armazenamento de informações pertinentes a localização, mapas e monitoramento das entregas. Esses recursos oferecem inúmeros benefícios, como:

  • redução ou neutralização de riscos para a equipe;
  • atendimento mais profissional;
  • priorização de clientes com mais urgência;
  • aumento da produtividade devido a rotas mais eficientes;
  • diminuição nos atrasos;
  • otimização do tempo em atividade;
  • queda nos custos de locomoção.

Investir em uma ferramenta de roteirização logística é uma das melhores opções para otimizar recursos e tornar suas entregas eficientes. Além disso, o custo da solução é baixo, e a competitividade no mercado se torna ainda maior. Gostou das dicas? Aproveite e confira outros artigos como este no nosso blog.

Alvaro é Engenheiro Comercial. Atualmente atua como o Head da Drivin no Brasil, empresa que oferece uma solução logística SaaS, que permite fazer um planejamento logístico inteligente para empresas com operações de entrega de produtos, impactando diretamente na melhoria no nível de serviço entregue aos clientes e redução dos custos com transporte.