Software de logística

Como operar um sistema de gerenciamento de transporte – TMS?

Empresas que trabalham direta ou indiretamente com transporte de cargas precisam organizar informações logísticas. Isso garante a eficiência dos serviços e o sucesso do negócio. Mas fazer isso em planilhas demanda tempo e trabalho. Além de dificultar o controle dos processos, eles ficam mais suscetíveis a erros. Um sistema de gerenciamento de transporte – como o TMS da Driv.in – pode ser a solução para esses problemas. Confira mais detalhes neste artigo!

O que é um sistema de gerenciamento de transporte?

O sistema de gerenciamento de transporte, ou TMS (Transportation Management System), da Driv.in é uma ferramenta SaaS. Ela permite o gerenciamento de todo o processo da cadeia logística.

Com ele, é possível monitorar e gerenciar os custos logísticos de cada operação. Isso inclui não só os veículos, como também:

  • o planejamento de rotas;
  • a contratação de transporte;
  • a manutenção da frota;
  • o monitoramento de entregas;
  • os custos da gestão de recursos humanos, materiais e outros.

Além de facilitar o controle das informações, um TMS auxilia na diminuição de erros humanos nas operações logísticas. E permite conectar todas as operações, garantindo mais eficiência, produtividade e qualidade no serviço prestado.

A ferramenta pode ser integrada com outros sistemas, como o ERP. Assim, é possível emitir notas fiscais e realizar a integração financeira, fiscal e contábil. Além disso, é desenvolvida em módulos que podem ser adquiridos pelo cliente conforme suas necessidades.

Quais são as funcionalidades do sistema?

O sistema de gerenciamento de transporte da Driv.in é uma solução robusta. Ele interliga todos os processos da cadeia logística através de módulos independentes. Isso propicia uma melhor escalabilidade da ferramenta, garantindo que o cliente agregue novas funções conforme as necessidades do negócio. Com o TMS, é possível ter acesso aos seguintes recursos:

  • Roteirização
  • Otimizador de rota.
  • Administração de documentos.
  • Administração de custos.
  • Gestão de pedidos.
  • Módulo de coleta no ponto de venda.
  • Prova de entrega.
  • Rastreabilidade de entregas.
  • Monitoramento de veículos.
  • Notificação a clientes.
  • Relatórios.

Principais vantagens do sistema de gerenciamento de transporte

Até aqui, você consegue identificar muitas vantagens em uma ferramenta como o sistema de gerenciamento de transporte na sua empresa. No entanto, os benefícios vão muito além do que já citamos. Aliás, como o sistema possui diversos módulos que atendem a todos os setores da empresa, as vantagens podem ser inúmeras. Confira algumas delas.

Maior controle das operações

O sistema de gerenciamento de transporte da Driv.in tem diversas funcionalidades que permitem atender às particularidades da operação logística. Com ele, é possível ter uma gestão de grandes volumes de informação.

Essas informações podem ser relacionadas a veículos, cargas, custos e documentações fiscais. Elas possibilitam o controle de todas as etapas da operação. O sistema facilita o monitoramento desde o carregamento até a entrega da mercadoria.

O software também possui funcionalidades que permitem a emissão de relatórios. Com isso, é possível identificar erros nos processos, suas causas, e ter insights de soluções mais precisas. Além disso, indica o que pode ser melhorado na cadeia logística.

Otimização das negociações

Melhorar as negociações se torna possível com o sistema de gerenciamento de transporte. Aliás, a ferramenta proporciona a visualização de tudo o que envolve a negociação – por exemplo, o valor da comissão dos vendedores.

Além disso, a área de gestão de vendas se torna muito mais eficiente. O sistema informa quais clientes estão sendo atendidos e como os colaboradores estão desempenhando suas atividades.

Aumento na rentabilidade

Entender como está o processo da operação logística é possível com o sistema de gerenciamento de transporte. A rentabilidade é conquistada por toda a facilidade que a ferramenta oferece. Com isso, é possível fazer ajustes, otimizando o setor da maneira mais eficiente, garantindo maior lucratividade e menor investimento.

O TMS também se destaca por permitir o acompanhamento ao vivo de entregas, sinistros, ocorrências e demais atividades relacionadas.

Monitoramento de entregas em tempo real

Entre as vantagens, também está o monitoramento das entregas. Aliás, o sistema de gerenciamento de transporte controla todas as programações das cargas. E faz isso de acordo com a capacidade das rotas e de cada veículo.

Essa facilidade permite agregar as informações necessárias para melhorar a performance da cadeia logística. Com isso, a tomada de decisão se torna muito mais assertiva, e a qualidade do serviço aumenta significativamente. 

Redução de custos

O que toda empresa busca é reduzir custos cada vez mais. Essa é uma das principais vantagens do sistema de gerenciamento de transporte, pois permite o melhor controle de todas as despesas referentes à operação. São custos relativos, por exemplo:

  • ao tempo que a equipe leva para cada atividade;
  • aos itinerários;
  • ao gasto com combustível;
  • ao gasto com manutenção.

Com todas essas informações, é possível verificar quais pontos podem ser melhorados. Isso reduz custos para o negócio, resultando também em mais competitividade no mercado.

Integração com outros sistemas

A integração com outros softwares, como WMS e ERP, é o que torna o sistema de gerenciamento de transporte ainda mais vantajoso. Ela facilita a coleta de informações, o ganho de tempo e a produtividade. Assim, possibilita que colaboradores e gestores tenham mais recursos para focar estratégias e soluções de problemas. Conheça a Driv.in e aprenda a enfrentar melhor os desafios da cadeia logística. Acesse nosso blog e leia mais artigos como este.

Alvaro é Engenheiro Comercial. Atualmente atua como o Head da Drivin no Brasil, empresa que oferece uma solução logística SaaS, que permite fazer um planejamento logístico inteligente para empresas com operações de entrega de produtos, impactando diretamente na melhoria no nível de serviço entregue aos clientes e redução dos custos com transporte.